Diocese do Funchal - Ano Pastoral 2016 / 2017 - "Viver em Igreja a alegria de ser Cristão"

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

NOMEAÇÕES - SERVIÇOS PASTORAIS

Nomeações para Serviços Pastorais
 
          No seguimento das nomeações do passado dia 8 deste mês de Setembro, e tendo, ainda, em atenção algumas necessidades da vida pastoral diocesana, o Senhor Bispo do Funchal, D. António Carrilho, oficializa as seguintes nomeações:
 
  1. Padre Rui Daniel Fernandes da Silva Vigário Paroquial das Paroquias de Vitória e Santo Amaro, no Arciprestado do Funchal, com apresentação nas comunidades, nas eucaristias dominicais do dia 6 de Outubro. É ainda confirmado como Assistente Regional Adjunto do CNE - Corpo Nacional de Escutas. 
  2. Cónego Vítor dos Reis Franco Gomes – Diretor Espiritual do Movimento da Legião de Maria, na Diocese do Funchal.
  3. Padre Duarte Filipe Andrade Gomes Diretor Diocesano do Apostolado de Oração.
  4. Padre Giselo Alberto Vieira Andrade Membro da equipa sacerdotal de assistência espiritual ao Renovamento Carismático Católico.
  5. Padre Ignácio Victor Rodrigues Ferreira – Assistente Espiritual da Cáritas Diocesana.
  6. Padre Leandro Gomes Garcês, scj Diretor Diocesano das Obras Missionárias Pontifícias.
  7. Padre Manuel Gonçalves dos Ramos Conselheiro Espiritual de Região das Equipas de Nossa Senhora.
  8. Padre Óscar Heliodoro Xavier de Andrade Assistente Diocesano da Ação Católica Rural.
  9. Padre Rui Alberto Fernandes Pontes Assistente Diocesano dos Cursos de Preparação para o Matrimónio. 
  10. Padre Vítor Apolinar Abreu Gonçalves e Padre Roberto Manuel Sé Aguiar Assistentes Diocesanos dos Convívios Fraternos.
 
Secretaria Episcopal, 27 de Setembro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Tweet do Papa Francisco

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
A Igreja não tem outro sentido e outro fim senão testemunhar Jesus. Não nos esqueçamos disso!

Tweet do Papa Francisco

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
Peçamos ao Senhor de ter a ternura que nos permite olhar aos pobres com compreensão e amor, sem cálculos e medos.

Tweet do Papa Francisco

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
O perdão de Deus é mais forte que todo pecado.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

PAPA FRANCISCO - AUDIÊNCIA GERAL 25.09.13 - "Em todo o lado, mesmo no sítio mais isolado da Terra, na paróquia mais pequenina, aí existe a mesma e única Igreja; aí estamos em casa, somos irmãos e irmãs."


Queridos irmãos e irmãs,
Dizemos no Credo: «Creio na Igreja una…», isto é, professamos que é única; a Igreja é uma só para todos. Em todo o lado, mesmo no sítio mais isolado da Terra, na paróquia mais pequenina, aí existe a mesma e única Igreja; aí estamos em casa, somos irmãos e irmãs. Penso na experiência da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro: naquela multidão sem fim de jovens presentes na praia de Copacabana, ouviam-se falar muitas línguas, viam-se rostos com traços muito diversos; e, contudo, estávamos unidos, sentíamo-nos e éramos uma única Igreja. Perguntemo-nos: Sinto eu esta unidade? Quando ouço falar de cristãos que sofrem no mundo, fico indiferente ou sinto-o como se sofresse um da minha família? A unidade da Igreja, porém, não é primariamente fruto do nosso esforço por vivermos de acordo e unidos; o motor desta unidade é o Espírito Santo, que faz a harmonia na diversidade. Peçamos-Lhe que nos faça cada vez mais unidos e não nos deixe ser jamais instrumentos de divisão.

Papa Francisco
Praça de São Pedro
Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013
  

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Tweet do Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
Cristo é sempre fiel. Rezemos para que sejamos também nós sempre fiéis a Ele.

Tweet do Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
Somos todos pecadores, mas vivemos a alegria do perdão de Deus e caminhamos confiantes na sua misericórdia.

Tweet do Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Papa Francisco (@Pontifex_pt)
Há tantas necessidades no mundo de hoje. Fico fechado nas minhas coisas, ou me lembro de quem precisa de ajuda?

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Tweet do Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Procurar a própria felicidade no possuir coisas materiais é um modo certeiro para não ser felizes.

Tweet do Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Papa Francisco (@Pontifex_pt)

Às vezes é possível viver sem conhecer os vizinhos de casa: este não é o modo de viver como cristãos.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Papa Francisco escreve carta a quem não crê em Deus | Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura

Ir ao encontro dos outros e dialogar com os que não partilham a mesma fé e as mesmas crenças tem sido uma proposta do papa Francisco, desde o início do seu pontificado.
Esta atitude foi uma vez mais manifestada na carta que endereçou ao jornalista fundador do diário “La Reppublica”, um dos mais importantes jornais de Itália.
Em dois artigos formulados em jeito de carta aberta ao papa, publicados a 7 de julho e 7 de agosto, Eugenio Scalfaro, que se definiu como «um não crente que há anos está interessado e apaixonado pela pregação de Jesus de Nazaré», lançou várias questões sobre a fé e a vida cristã, citando nomeadamente a encíclica “Lumen fidei”, a primeira de Francisco, redigida com o antecessor, Bento XVI.
Com a missiva publicada nas três primeiras páginas da edição desta quarta-feira do “La Reppublica”, Francisco concretiza um dos objectivos da encíclica: o diálogo com uma personalidade que tem «uma cultura iluminista» e considera que Deus é uma «invenção consoladora e ilusória da mente humana».
O papa recorda que a sua fé nasceu do encontro com Jesus, um encontro pessoal que tocou o seu coração e deu um sentido à sua existência. Um encontro que se tornou possível graças à comunidade dos crentes, a Igreja, que torna acessíveis as Escrituras, que dispensa os sacramentos, que assenta na fraternidade e na atenção aos irmãos e irmãs mais pobres.
«Pergunta-me se o Deus dos cristãos perdoa àqueles que não creem e não procuraram a fé», escreve o papa, que coloca como premissa o facto de que «a misericórdia de Deus não tem limites, se uma pessoa se Lhe dirige com coração sincero e contrito».
E acrescenta: «Para quem não crê em Deus, a questão é obedecer à sua consciência. Escutá-la e obedecer-lhe significa tomar decisões perante o que é entendido como bem ou mal. E é sobre esta decisão que se joga a bondade ou maldade de uma nossa ação».
Relativamente à verdade, Francisco observa que, mesmo para os cristãos, a verdade é sempre uma relação, relação com Jesus, e portanto caminho permanente, o que ainda assim não a torna num elemento «variável e subjetivo».
Para a fé cristã, a verdade é o amor de Deus, em Jesus Cristo. O «caminho» para a encontrar é feito de humildade e de abertura para a acolher e exprimir.
«Entre a Igreja e a cultura de inspiração cristã, de um lado, e a cultura moderna de inspiração iluminista, de outro, instaurou-se a incomunicabilidade. Chegou o tempo, e o Vaticano II inaugurou esta nova estação, de um diálogo aberto e sem preconceitos capaz de reabrir as portas para um verdadeiro e fecundo encontro», frisa Francisco.
«Apesar de todas as suas lentidões, infidelidades, erros e pecados que possa ter cometido, e que pode ainda cometer através dos que a compõem, a Igreja – creia-me - não tem outro sentido nem outro fim que não seja testemunhar Jesus» – conclui Francisco.

Papa Francisco escreve carta a quem não crê em Deus | Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Audiência Geral de 11 de Setembro de 2013 - O Papa Francisco explica porque a Igreja é Mãe

PAPA FRANCISCO - AUDIÊNCIA GERAL 11.09.13


Queridos irmãos e irmãs,
Voltamos hoje às catequeses sobre a Igreja no Ano da Fé, dedicando-nos à uma imagem que nos ajuda a entender melhor a sua natureza: a Igreja como Mãe. O que faz uma mãe? Em primeiro lugar, uma mãe gera a vida. Assim também faz a Igreja, que no batismo nos gera como filhos de Deus, nos gera na fé. Portanto, não fazemos parte da Igreja como podemos pertencer a uma sociedade, a um partido ou a uma organização. O vínculo que nos une à Igreja é uma realidade vital. Assim, devemos nos perguntar: amo a Igreja como amo a minha própria mãe? Além de dar a vida, uma mãe também nutre os seus filhos, lhes dá educação, os corrige. A Igreja também nos acompanha no nosso crescimento, transmitindo-nos a Palavra de Deus e administrando-nos os sacramentos. Por último, é importante lembrar que, ainda que a Igreja forme os cristãos, Ela também é formada pelos cristãos. Um cristão nunca é uma ilha. Eu, tu, todos nós somos parte da Igreja.
Papa Francisco
Praça de São Pedro
Quarta-feira, 11 de Setembro de 2013
 

Santana - Paz à sua alma!

 
 
Faleceu Ana Maria de Viveiros Ferreira do sítio da Fonte da Pedra Freguesia de Santana. Funeral nesta sexta feira 13 de Setembro com missa de corpo presente às 15h na igreja paroquial de Santana. Tem Confraria de Santa Ana. Rezemos pelo seu eterno descanso.

sábado, 7 de setembro de 2013

A Partilha nº 117 - 8 a 15 de Setembro de 2013

  

Nomeações Pastorais para a Diocese do Funchal - 2013

Nomeações Pastorais para a Diocese do Funchal
 
            Constituindo missão própria do Bispo a importante e difícil tarefa de assegurar a assistência espiritual e religiosa das comunidades cristãs e o seu dinamismo evangelizador, Sua Ex.cia Rev.ma D. António Carrilho, Bispo do Funchal, procedeu às seguintes dispensas e nomeações pastorais:
 
1.      Cónego José Fiel de SousaReitor da Igreja do Colégio, sendo dispensado de Pároco de São Pedro.
2.      Cónego João Francisco DiasPároco de São Pedro, sendo dispensado de Pároco de São Martinho.
3.      Padre Marcos Paulo Abreu Pinto, a convite da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, é autorizado a prestar assistência religiosa aos emigrantes, como Capelão da Missão Católica Portuguesa, na Diocese de Westminster, em Londres, por um período de três anos. É, por isso, dispensado das funções de Pároco da Nazaré e demais responsabilidades que lhe estavam confiadas, no âmbito da pastoral Diocesana.
4.      Padre Marcos Fernandes GonçalvesPároco de São Martinho e da Nazaré, sendo dispensado de Reitor da Igreja do Colégio.
5.      Padre Pedro Filipe de Góis NóbregaVigário Paroquial de São Martinho e da Nazaré.
6.      Padre Luís Miguel Delgado PedreiroPároco de Santo António da Serra, Bom Caminho e João Ferino, mantendo-se Pároco de Água de Pena. Dispensado de Pároco da Assomada.
7.      Padre Paulo Sérgio Cunha da SilvaPároco da Assomada, mantendo-se Pároco da Achada. Dispensado de Vigário Paroquial de Santa Cruz.
8.      Padre Vítor Apolinar Abreu GonçalvesPároco de São Vicente, mantendo-se membro da Equipa Formadora do Seminário. Dispensado de Vigário Paroquial de São Pedro.
9.      Padre Élio de Freitas Gomes – Pároco de Ponta Delgada, mantendo-se Pároco de Boaventura e Fajã do Penedo.
10.  Padre Giselo Alberto Vieira AndradeDiretor do Secretariado das Comunicações Sociais, mantendo-se Pároco do Monte. Dispensado da Equipa Formadora do Seminário.
11.  Padre Rui Daniel Fernandes da SilvaMembro da Equipa Formadora do Seminário, mantendo as responsabilidades já assumidas no Pré-Seminário. Dispensado da sua colaboração pastoral na Paróquia da Nazaré.
12.  Padre Manuel Fernando Ribeiro (scj) dispensado das funções de Pároco da Serra de Água.
13.  Padre Isildo Gomes da Silva (scj) – Pároco de Serra de Água, conforme proposta do Superior Provincial dos Sacerdotes do Coração de Jesus.
 
Os sacerdotes, cujas nomeações se publicam, conservam as faculdades canónicas dos respectivos ministérios, até à tomada de posse dos seus sucessores. E, se nada for dito expressamente em contrário, mantêm também os outros ofícios que lhes estão confiados por anteriores nomeações.
A tomada de posse dos novos párocos far-se-á, sob a presidência do Bispo Diocesano ou seu Delegado, em datas a anunciar oportunamente.
A Diocese agradece a disponibilidade e o espírito de serviço eclesial dos sacerdotes agora nomeados e a atitude de fé, confiança e cooperação das comunidades que deles se despedem ou os acolhem.
 
Secretaria Episcopal do Funchal, 07 de Setembro de 2013

23° Domingo do Tempo Comum - Ano C


"A guerra é uma derrota para a humanidade". Papa Francisco


Ilha - Paz à sua alma!

 
 
Faleceu Maria Conceição da Silva do sítio da Ermida Freguesia da Ilha e que estava ausente na França. Funeral na próxima quinta feira 12 de Setembro com missa de corpo presente às 14h na igreja paroquial da Ilha. Rezemos pelo seu eterno descanso.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Papa Francisco na Audiência Geral de 4 de Setembro de 2013


Queridos irmãos e irmãs,
Hoje, recomeçamos o caminho das Catequeses, relembrando a Vista Apostólica ao Brasil, para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Nossa Senhora Aparecida acompanhou toda esta viagem, que foi abençoada desde o seu início. Três palavras emergem da experiência da JMJ. A primeira é acolhimento. A generosidade das famílias e paróquias brasileiras que acolheram fraternalmente os peregrinos, superando as dificuldades e inconvenientes, criou uma verdadeira rede de amizade. A segunda palavra é festa. Sem dúvidas, ver jovens do mundo inteiro, saudando-se e abraçando-se é um testemunho para todos. Contudo, a JMJ é acima de tudo uma festa da fé: todos unidos para louvar e adorar o Senhor. Enfim, a terceira palavra é Missão. De fato, o mandato “Ide e fazei discípulos entre todas as Nações” ressoou nos corações de milhões de jovens em Copacabana, como um sinal de esperança para a Igreja! Possam estas três palavras ser mais que uma mera lembrança da JMJ. Que elas sejam a alma das nossas vidas e das nossas comunidades.

Papa Francisco
Praça de São Pedro
Quarta-feira, 04 de Setembro de 2013


 

Rezar cantando

Alguma música

O tempo em Santana